O exterminador do presente- Já existe algo parecido - nas mãos do Exército americano.


Na série de filmes O Exterminador do Futuro, robôs assassinos tentam destruir a humanidade. Um deles, o T-800, chama a atenção pelo aspecto especialmente assustador. Mas, na vida real, o Exército dos EUA já possui uma máquina que se parece muito com ele: o robô Atlas, um monstro de 1,88 metro, 150 quilos, cabeça, tronco e membros fortes e articulados, unidos por 28 juntas hidráulicas. Ele foi desenvolvido pela empresa Boston Dynamics, que já havia criado uma mula robótica para o Exército americano. O Atlas tem esqueleto feito de titânio e alumínio, e enxerga graças a um sistema de visão a laser. Em dezembro, passará por uma bateria de testes no Pentágono, na qual terá de se mostrar capaz de realizar oito tarefas, entre as quais subir escadas, andar sobre superfícies irregulares e até dirigir um veículo numa estrada com obstáculos.



Segundo seus criadores, o Atlas não terá autonomia para agir - será controlado a distância por um humano, que lhe dará ordens verbais. "Estamos trabalhando para que um simples comando, como `suba a escada¿, seja suficiente para que o robô complete sozinho a tarefa desejada", explica Gill Pratt, da Darpa (divisão de projetos avançados do Pentágono). Apesar de lembrar muito a máquina assassina do cinema, Atlas supostamente terá propósito benigno - segundo o Pentágono, ele será usado em missões pacíficas, como expedições em usinas nucleares acidentadas. Tomara que sim.

fonte:super