Empresa lança serviço no Brasil que imprime boneco 3D do cliente

Quem quiser ter um boneco com a sua aparência, já pode usar um novo serviço de impressão 3D que começa a funcionar no Brasil a partir de 21 de agosto. A Avatoys, empresa especializada em captura de imagens para impressão 3D, oferecerá bonecos tridimensionais, com entre 10 cm e 14 cm de altura por a partir de R$ 150.

O primeiro local a ter o serviço será no shopping Morumbi, na Zona Sul da cidade de São Paulo. Os preços dos bonecos são: modelo com 10 cm de altura, R$ 150; modelo com 12 cm de altura, R$ 200; e modelo com 14 cm de altura, R$ 250.

No quiosque haverá um local para tirar a foto do cliente para criar o boneco. A tecnologia utilizada no processo de captura e processamento de imagens 3D é exclusiva e foi desenvolvida pela própria Avatoys. Os dados são enviados para um estúdio na capital paulista, onde está a impressora 3D de grande porte onde são produzidos os Avatoys. O cliente deve ficar imóvel por alguns segundos e pode fazer a pose que desejar para que o boneco seja construído.

Após a captura de imagens 3D, os Avatoys impressos ficam prontos em até cinco dias úteis, com retirada no próprio shopping. O pagamento pode ser feito em dinheiro ou parcelado no cartão de crédito. Além disso, a empresa também vai vender vale-compras para os consumidores darem um Avatoy de presente.

“É um modo simples e rápido de eternizar quem a gente gosta. Acredito que todo mundo gostaria de se ver em 3D com o máximo de detalhes”, explica Caio Alegre, fundador e diretor-geral da Avatoys. Para o consumidor, criar seu avatar 3D é um processo divertido, simples e rápido. “Basta visitar o quiosque e ser fotografado. É você em 3D”.

A primeira fase de lançamento da Avatoys inclui os três formatos iniciais de bonecos e campanhas de conteúdo da marca nas redes sociais. Em um futuro próximo, a companhia avalia a expansão para outros shoppings e o lançamento de mais serviços personalizados de impressão 3D sob demanda do consumidor.

O processo de fabricação dos bonecos 3D pela Avatoys segue rigorosas regras de qualidade. “A peça impressa em 3D, porém, deve ficar guardada na redoma de acrílico ou protegida do alcance de crianças, já que um Avatoy não é considerado um brinquedo, mas sim um souvenir”, comenta Caio Alegre. “Também garantimos a privacidade do consumidor, sem compartilhar dados ou imagens que ficam armazenadas no nosso banco de dados. Caso o consumidor queira reimprimir um boneco que já foi feito, não há problemas”.

fonte:G1