E se seu pai fosse um cirurgião plástico ?

Quem é que não gostaria de melhorar uma coisinha aqui e ali na aparência, não é mesmo? No entanto, embora muitas vezes os cirurgiões consigam operar verdadeiros milagres com rostos e corpos, algumas pessoas passam dos limites e inclusive se submetem aos mais drásticos procedimentos pelos motivos mais bizarros.

Um novo caso envolvendo plásticas e que vem ganhando repercussão é o de duas garotas norte-americanas filhas adotivas de Michael Niccole, um cirurgião californiano. Elas já passaram por inúmeros procedimentos estéticos, e começaram cedo suas incursões ao centro cirúrgico. Uma das moças, Brittani, fez sua primeira cirurgia aos 18 anos — ela recebeu um implante de mamas —, quando completou o ensino médio, e aos 21 fez plástica no nariz.
Charm, a irmã, começou ainda mais cedo. Aos 10 anos de idade o pai “consertou” seu umbigo protuberante e, desde então, ela passou por vários tratamentos faciais. A cirurgia mais recente também foi o implante de próteses mamárias. Além disso, as duas garotas são adeptas ao Botox e já fizeram lipoaspiração, além de recomendar várias amigas aos cuidados do pai.

Segundo o Dr. Niccole, suas filhas são ótimas “garotas-propaganda” para o tipo de trabalho que ele faz, mas o preocupante nesta situação é saber quando estabelecer limites. Conforme explicou a mãe das moças — que se diz contra os procedimentos —, desde o início ela temia que as filhas se tornassem dependentes das cirurgias, e que, cada vez que se sentissem incomodadas por qualquer coisa, decidissem se submeter aos tratamentos.

Para o médico não existe qualquer problema em tornar as filhas mais belas e sexy, e ele inclusive já realizou cirurgias em outros membros da família, como primos, esposa e até o próprio pai. Contudo, parece que as meninas — hoje com 25 anos — não têm muitos limites, não. A seguir você pode conferir um vídeo com a história das garotas e o pai cirurgião:

A reportagem está em inglês, mas você pode ativar as legendas em português — relativamente bem compreensíveis — no menu do vídeo.




Fonte:megacurioso